Papa Francisco ataca corrupção e adverte para 'mundanidade'

Papa Francisco ataca corrupção e adverte para 'mundanidade'

Durante a missa desta sexta-feira (7) na residência de Santa Marta, no Vaticano, o papa Francisco voltou a atacar a corrupção, crime ao qual todas as pessoas estariam sujeitas, e advertiu para o risco de os católicos se tornarem "cristãos mundanos".    

"Um dia um suborno aqui, outro dia uma propina ali, e pouco a pouco se chega na corrupção. O caminho da mundanidade é assim", declarou o Pontífice, segundo trechos da homilia divulgados pela Rádio Vaticana.    

Jorge Bergoglio ainda pediu para os fiéis não serem "cristãos pagãos habituados à mediocridade". "Esses têm a mentalidade mundana, ao invés de serem cidadãos dos céus, e são presos ao dinheiro", acrescentou.